Amor Perfeito

Amor Perfeito

terça-feira, 1 de agosto de 2017

MANIAS

Manias que parecem se revezar ao longo da vida, continuadamente...
Até o dia que vem aquela mania que ninguém suporta.
No decorrer da vida, inicialmente parecemos ser fragmentados, dispersos, inclusive nas manias.
Há, pois, a fase da dispersão; depois a fase que focamos um objetivo, e muitas vezes o conseguimos.
Mas o perigo desse foco é virar uma coisa maçante, cansativa, em que a pessoa só fala — e hoje em dia pode-se dizer —, só posta as mesmas coisas.
Aí, diríamos, já não é mania, é obsessão.
Querer falar só de um assunto para o companheiro, companheira; fazer os amigos ouvirem sempre a mesma coisa...
Os amigos podem até fugir.
Mas e o companheiro, a companheira?
Aí pode ocorrer de a pessoa que está conosco começar a nos evitar, sutilmente de início, sentindo necessidade de outros assuntos, até conosco mesmo, mas já que vê que é impossível, tende a buscar pessoas que falem de outras coisas.
Observando as pessoas, podemos dizer que aquelas que falam só de um assunto parecem mais tristes. Talvez porque notam — mas não admitem —, que os outros fogem delas.
Nas redes sociais, as postagens sobre só um assunto; no WhatsApp coisas repetitivas, cansativas, abordando os mesmos temas. Quem aguenta?
Embora pareça uma tendência — essa do ser humano, de no decorrer do tempo ficar obcecado por um só assunto, — é preciso que nos corrijamos nesse aspecto, antes que nos vejamos abandonados, literalmente.

___________________________________

Autor: Escritor ADhemyr Fortunatto
Autor dos livros: AS AVENTURAS DO BODÃO,
REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA e
TODA FEMINISTA TEM UM MACHÃO NO CORAÇÃO



terça-feira, 4 de julho de 2017

INSISTIR, ÀS VEZES É PERDA DE TEMPO

O mal de muita gente é querer insistir em algo que não tem futuro.
As pessoas plantam seus sonhos em terras inférteis e nem se dão conta.
Muitas vezes até sabem, mas fingem não ver ou esperam haver um milagre,
que no fundo sabem que nunca acontecerá.
Para toda regra há uma exceção,
mas o que vejo por aí são pessoas se lamentando e tristes
por terem perdido a pessoa amada.
Na maioria dos casos, acredito que a culpa seja de ambos,
mas depois de analisarmos melhor, descobrimos que no geral a culpa
é somente de um dos lados que não soube dar e nem receber amor.
Uma coisa a gente sabe: Se começa errado; termina errado.
Quando algo tem que dar certo dará e não te trará tantos problemas.
Problemas com certeza existem e sempre vão existir,
mas precisam ser superados e isso de certa forma, faz com que as pessoas amadureçam,
mas se você está se sentindo no meio de problemas que não vê solução,
a coisa não está nada bem.
A tendência é que esses problemas não se resolvam nunca
e você que já está perdido se afunde mais.
O pior é que a pessoa que se julga abandonada continua
correndo atrás da pessoa que não soube lhe dar valor.
Às vezes até diz para os amigos, que não vai mais correr atrás,
nem ligar, nem chorar, mas a paixão obsessiva a faz mudar de ideia imediatamente.
Exatamente aí que está o erro. Insistir, às vezes é perda de tempo. Acredite!
Não é fácil arrancar alguém que você ama do coração de uma hora para outra,
mas você deve aprender a dar tempo ao tempo e começar a viver para você.
Saia! Divirta-se! E se quiser chorar, chore.
O que você não pode fazer é ficar atrás de alguém
que muitas vezes não merece nem a sua amizade, quanto mais o seu amor.


___________
Escritora
Mariana Borges
Autora dos livros de poesia: ETERNAMENTE SOLIDÃO, TEMPERANÇA e AMOR PERFEITO
BLOGS: MINHAS LINDAS LETRAS >>> www.minhaslindasletras.blogspot.com.br
MINHAS HISTÓRIAS & CRÔNICAS >>> www.historiasecronicasmb.blogspot.com.br
Administradora no Grupo STAND DO AUTOR e RODA DE POESIA
e na página AMOR, POESIA & SAUDADE


terça-feira, 6 de junho de 2017

PENSÃO ALIMENTÍCIA

            Seguidamente se vê casos de clamores em relação a pensões alimentícias.
            Esse é um fato recorrente da nossa sociedade atual, visto que os casamentos cada vez duram menos.
            Ora, quando a mulher se une a um homem que já tem filhos, e que precisa pagar pensão alimentícia, é necessário que ela tenha em mente que esse homem, quer queira, quer não, tem, digamos, outra família, visto que é preciso pagar a pensão até a maioridade do filho.
            É preciso, nos tempos de namoro, que a mulher leve isso em conta, e pese se valerá a pena ou não. Não que o homem que esteja nessa situação seja descartável; nada disso, o importante é o caráter, a honradez.
            Mas ter em mente que dessa união uma parte das finanças será endereçada a outrem, é fundamental.
            É a lei, é o bom-senso. Também ninguém pode ser condenado por isso a viver só. Nem é preciso.
            Necessário se faz que a mulher que está se unindo a um homem nessa circunstância, tenha em mente que deverão ser mais unidos ainda, visto que além do próprio encargo financeiro, eventualmente terão entre eles o filho decorrente do outro casamento.
            Não se trata aqui só da questão financeira em si; trata-se, também, do fato concreto de que haverá visitas ao filho, e visitas deste ao pai, muitas vezes trazidos à casa pela ex...
            Então cabe a mulher estar muito ciente disso, e analisar se vale a pena.

___________________________________

Autor: Escritor ADhemyr Fortunatto
Autor dos livros: AS AVENTURAS DO BODÃO,
REFLEXÕES DE UM SUJEITO À TOA e
TODA FEMINISTA TEM UM MACHÃO NO CORAÇÃO